Notícias



 site responsivo com qualidade
 - webx
20 SETEMBRO / 17

POR QUE TER UM SITE RESPONSIVO?

Desenvolvimento Mobile: como se adequar para ficar responsivo

Até pouco tempo atrás, a única forma de acessar a internet era por meio dos desktops. O primeiro celular capaz de fazer consultas na internet foi lançado em 1996 pela Nokia, mas o serviço era muito limitado.

Com o passar dos anos, as tecnologias foram evoluindo e, atualmente, até os modelos mais simples de smartphones conseguem navegar na internet.

Em 2014, o acesso à internet por meio de dispositivos móveis ultrapassou os feitos com computadores no Brasil.

Entre os domicílios conectados à internet, a taxa de uso do computador caiu de 88,40% para 76,60%, de 2013 para 2014.

Nesse mesmo período, os usuários que utilizavam a internet a partir de celulares aumentaram de 53,60% para 80,40%.

Esses números evidenciam uma mudança no comportamento dos usuários de internet e expõem a importância de uma boa qualidade de acesso aos sites pelos dispositivos móveis.

Devido à infinidade de resoluções e proporções de tela de computadores, celulares e tablets, surgiu um problema de compatibilidade dos sites com os diversos dispositivos. A versão de uma página para desktops pode exigir que o usuário do dispositivo móvel tenha que realizar o movimento de pinça para aumentar a visibilidade do conteúdo. Essa situação pode fazer com que a pessoa deixe de navegar na página. Para solucionar o problema dos dispositivos móveis, despontou o desenvolvimento mobile, cuja finalidade é elaborar aplicações e sistemas especificamente para os aparelhos móveis.

Entretanto, isso não resolvia completamente o problema. As empresas tinham que manter mais de um site para se ajustar aos variados tamanhos de telas. Assim, o design responsivo surge como uma solução para o problema de multi-telas. Esse conceito não é uma simples tendência do design, mas um conjunto de ferramentas e técnicas avançadas que determina como o layout será apresentado para o usuário.

 

O que é design responsivo?
O termo design responsivo foi publicado pela primeira vez em 2010, no blog A List Apart, pelo web designer Ethan Marcotte. O autor faz uma comparação do web design com projetos arquitetônicos responsivos, nos quais há um ajuste automático de um espaço de acordo com o número e fluxo de pessoas dentro dele. Afinal, o que é design responsivo?

O design responsivo é um método de estruturação HTML e CSS, em que o site consegue se adequar ao browser do visitante. O layout é flexível, adaptando a sua aparência de acordo com o tamanho e resolução da tela. Quando esse tipo de design é adotado, o servidor envia o mesmo código HTML para todos os tipos de dispositivo e o CSS é usado para modificar o processamento da página no aparelho específico.

Dessa forma, o site consegue identificar quais são as dimensões de cada dispositivo e assim ajusta os elementos presentes na página para que eles fiquem enquadrados na tela do aparelho utilizado. Ou seja, o mesmo layout adapta-se a qualquer resolução, de modo que o usuário possa ter a melhor experiência independente do dispositivo.

O que esse design inclui?
O design responsivo compreende diversos fatores, como: adequação do layout do site conforme a tela e a resolução do dispositivo utilizado; utilização de imagens flexíveis, por meio de media queries – essa técnica permite a manutenção da qualidade das imagens enquanto elas são redimensionadas e ajustadas ao layout da página; redução de elementos da tela e retirada de dados desnecessários para os dispositivos móveis, já que quanto menor o dispositivo, menos tempo o usuário gasta durante a navegação; e adaptação das dimensões de botões e links para interfaces touch nos dispositivos em que o ponteiro do mouse é substituído pelo dedo do utilizador.

Por isso a web x sites em Curitiba, desenvolve seu site responsivo dentro de todas as novas regras exigidas pelo Google.